Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bike Azores

A visão de um ciclista açoriano sobre as bicicletas e o ciclismo.

Bike Azores

A visão de um ciclista açoriano sobre as bicicletas e o ciclismo.

A minha "pior" bicicleta!

É curioso constatar que a minha bicicleta mais simples, barata e antiquada, pronto, teoricamente inferior a todos os níveis, é aquela que me dá mais jeito, que mais utilizo, que é mais fácil transportar e arrumar, no fundo, a que tem maior utilidade prática, servindo-me como meio de transporte diariamente.
É uma bicicleta que utilizo com orgulho, sem complexos, nem preocupações. Pode ser pesada, pode ter falhas notórias ao nível da ergonomia e os componentes que a constituem não serem os mais eficazes e robustos, mas está lá para mim! Permite-me transportar carga, estacionar-lhe em qualquer lado, não deixa que me molhe com piso molhado, dá-me alguma margem de manobra nas subidas e descidas, e até tenho o bónus de poder circular, legal e confortavelmente, quando o sol já se escondeu.
Sou inclusive pretensioso ao ponto de dizer que esta minha bicicleta é a que mais faz pelo ciclismo. Que mostra o outro lado do ciclismo, que pode contribuir para uma nova perspetiva de olhar a bicicleta. Mas esta minha pretensão não é apenas baseada num orgulho parolo e egocêntrico, assenta essencialmente no retorno que tenho diariamente. Felizmente são várias as pessoas que já me abordaram e felicitaram, seja por curiosidade, interesse, admiração, ou até saudosismo. Outras simplesmente olham, fazem sinal, sorriem.
As minhas deslocações diárias são curtas, mas até coincidem com algum tráfego automóvel e posso assegurar que até hoje nunca senti qualquer hostilidade na estrada. Até pelo contrário. Também não imponho à força a minha posição de utilizador vulnerável, com a cobertura das novas regras de trânsito, ainda desconhecidas para muitos. A minha postura é e será sempre a mesma, defensiva e cordial, com ou sem regras, e é isso que espero dos outros.
Com o passar dos meses, a minha bicicleta começa a apresentar alguns sinais de desgaste decorrentes de uma utilização intensa, de ser dobrada e desdobrada todos os dias, de estar sujeita às condições atmosféricas. Vou tentando contornar esta situação com alguma atenção pontual, mas ela foi feita para isso, para andar, para ser usada, para servir.
Sempre tive um carinho especial por esta minha bicicleta, mas a partir do momento que a comecei a utilizar efetivamente, ela ganhou ainda mais significado. E tem vindo a acentuar a forma como vivo o ciclismo e as bicicletas. Mas este significado não se traduz em preocupação, antes em à vontade e descontração de utilização, até porque prefiro mil vezes que ela tenha sérias marcas de uso no cumprimento dos meus propósitos, do que fique a acumular camadas de pó e ferrugem parada num canto da garagem!

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D