Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bike Azores

A visão de um ciclista açoriano sobre as bicicletas e o ciclismo.

Bike Azores

A visão de um ciclista açoriano sobre as bicicletas e o ciclismo.

Bicicletas

Onde as motas dominavam sem excepções começam agora a aparecer bicicletas?!
É verdade. Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, ah pois é!
Apesar das motas terem o seu lugar assegurado e intocável, é normal que uma vez que adquiri uma bicicleta comece a dedicar-me mais a esta, até porque tenho o defeito de criar demasiado entusiasmo à volta das coisas novas que tenho.
Sem mota, por questões práticas (não preciso dela para a minha rotina diária, não tenho tempo para uma utilização de lazer, custa-me ter custos fixos desnecessários e a garagem ocupada que obrigava o carro a “dormir” na rua) mais do que suficientes para esta minha opção.
A bicicleta já era uma ideia antiga, associada ao gosto pelas motas, com a mais valia de contribuir para uma boa forma física e o relacionamento interpessoal que se acaba sempre por criar nestas lides.
Depois de muito pensar, analisar e comparar opções, acabei por agir por impulso, o que já não é novidade para mim, uma vez que não tenho a frieza necessária nos negócios.
Também se não fosse assim, julgo que não tinha nada!
Para não fugir à regra, gastei mais do que aquilo que pretendia inicialmente, mas não tenho dúvidas que fiquei bem servido, pelo menos numa fase de iniciação e tendo em conta os meus propósitos.
A marca de eleição foi a Specialized, pela qual já nutro simpatia há muito tempo, por acaso, representada pela empresa onde já era cliente das motas, a Carreiro & Comp.Lda.
Para além de alguns acessórios originais para a bike, investi um pouco mais no equipamento pessoal, pelo menos no essencial, optando pela Specialized também para estes, o que pela qualidade apresentada se revelará um bom investimento a médio prazo.
Depois do constrangimento inicial de quem praticou exercício físico durante mais de uma década consecutivamente e já está parado há dois anos e meio, a ideia é, gradualmente, atingir a melhor forma física possível, dentro das minhas limitações, no que se refere ao tempo.
Vemo-nos aos domingos de manhã!

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D