Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bike Azores

A visão de um ciclista açoriano sobre as bicicletas e o ciclismo.

Bike Azores

A visão de um ciclista açoriano sobre as bicicletas e o ciclismo.

Bicicletas - Marcas, lojas e mercado

Passado que está o dia maior do consumo, onde alguns gastaram mais do que deviam, uma boa parte em inutilidades. Outros cometeram excessos alimentares, outros ainda fizeram fretes, fingindo ter gostado daquilo que receberam, mas que não vai servir para nada, a não ser preencher mais uma gaveta ou uma repartição da casa, ou até mesmo acabar no caixote do lixo.


Já agora, que se tenha gasto em bicicletas, em material ou em equipamento…


A propósito e com uma introdução tão pouco natalícia (tal como o atual espírito de Natal) apeteceu-me falar de uma temática algo sensível e que já queria ter abordado mais cedo, mas que nunca calhou. A minha opinião é apenas baseada na observação que faço, mais ou menos atenta, de tudo o que envolva bicicletas.


Marcas
Grande motivo de discórdia! A minha é sempre melhor do que a tua, mesmo que as diferenças não sejam assim tantas, à exceção do logótipo e nome que envergam. Todas puxam pelos seus galões, apresentando supostas soluções de vanguarda, técnicas únicas de moldagem e construção, mas na verdade e na prática, grosso modo, dividem muitas soluções, inspiradas umas nas outras ou não, e partilham componentes, portanto, não se comportam assim de forma tão distinta como isso! Acredito que todas as marcas são boas, podem é estar em patamares diferentes e terem por isso diferentes objetivos ou alvos específicos, sendo que o objetivo principal será sempre vender. Pessoalmente, gosto de todas as marcas de bicicletas, mas como é óbvio, umas mais do que outras. Mais, recentemente tenho-me surpreendido com uma daquelas marcas pouco prováveis, portanto, esse é um departamento que nunca está fechado. O que é certo hoje, amanhã não podia estar mais errado.
Uma marca pode levar-nos a uma loja…


Lojas
E uma loja pode levar-nos a uma marca. As lojas presentes na ilha de São Miguel já proporcionam uma oferta bastante razoável, tanto ao nível das bicicletas, como dos componentes. Temos mais escolha e diversidade. Se são as suficientes ou se serão demais, não faço ideia, o certo é que nestas coisas a seleção natural tem tanto de assertiva como de impiedosa, jogando o tempo como variável. As rivalidades das marcas transpiram para a rivalidade entre as lojas, mas se as primeiras, às vezes, até assentam em disputas peculiares e engraçadas, aqui, embora com um objetivo comum, valoriza-se demasiado a palavra concorrência e criam-se muros que endurecem o discurso e impedem o relacionamento. Como em tudo haverão exceções. Incontornável é o facto de que quem tiver bons produtos, souber trabalhá-los e melhor chegar ao público, mais irá vender e fidelizar clientes. Quando as coisas correm menos bem, a culpa é sempre nossa, nunca dos outros.
As lojas trabalham para o nosso mercado…


Mercado
Mercado que é pequeno, preconceituoso, nem sempre, mas cada vez mais conhecedor. Onde se faz sentir o efeito rebanho ou grupal, o que não é nem mau nem bom, é apenas aquilo que é. De facto, pelas suas caraterísticas exige esforço e adaptação de quem o trabalha, para ir ao encontro daquilo que quer, as mais atuais tendências e modas, sob pena de começarem a perder terreno. Exige diversificação e boa comunicação, seja na relação cara-a-cara, seja no relacionamento virtual, onde se estimulam comportamentos, se fazem apresentações e apelos, se criam eventos e laços. Diria que contornar a sua pequena dimensão será um dos maiores desafios e este só poderá ser superado com persistência, consistência e criatividade, para além dos atributos já acima enunciados.
Sim, uma carga de trabalhos, presumo.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D