Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bike Azores

A visão de um ciclista açoriano sobre as bicicletas e o ciclismo.

Bike Azores

A visão de um ciclista açoriano sobre as bicicletas e o ciclismo.

Rendi-me ao carbono!

Rendi-me ao carbono. Rendi-me à estética. Rendi-me ao conceito. Rendi-me ao seu estado irrepreensível. Rendi-me porque tinha sido conquistado no dia em que a vi, embora não quisesse ver…
Refleti. Fiz contas. Procurei alternativas. Comparei. Ponderei. Afastei a ideia. Aproximei. Aconteceu. Porque tinha de acontecer. Houve vontade. Houve convergência. Houve oportunidade. Reuniram-se condições...
Depois de ter voltado a assentar os pés na terra, num misto de alegria e apreensão, sentei-me nela e uns míseros quilómetros, mesmo debaixo de uma chuvinha irritante, serviram para validar a opção - era isso! A satisfação aumentou e a apreensão esbateu-se…
Conheci-a há cerca de 2 meses atrás. Não foi amor à primeira vista, mas chamou-me a atenção. A Specialized Roubaix Comp que vi na minha primeira visita à Bicimelo [obrigado Melinho], e que ocasionalmente me vinha à memória como referência, agora é minha!

 

roubaix_comp.jpg

Pró-Specialized?

- Tu também parece que nasceste com um S gravado na barriga! – disseram-me um dia.

Não é verdade. Nisso sou tão previsível como outra pessoa qualquer e na barriga tenho apenas um umbigo. E nem sou de estar a olhar muito para ele!
De facto, existe uma relação próxima com a referida marca. Existe com a marca depois de existir com a casa que a representa e com as pessoas que são o seu rosto, e isso já há uns bons anos, ainda estava longe de pensar que as bicicletas teriam uma dimensão tão relevante na minha vida, exatamente quando os motores assumiam o papel principal.
Quanto às pessoas em causa, sempre me identifiquei com a sua forma de estar e trabalhar e isso faz toda a diferença. Depois a marca é boa, é indiscutível.
Há uma relação de amizade, também assente numa relação comercial de longa data, mas acima de tudo baseada na identificação, no respeito e na cordialidade de ambas as partes. Essencial. Contudo não assinei contratos de exclusividade com ninguém e quando não se proporcionam as condições que considero desejáveis, procuro alternativas. Já aconteceu. É normal.

- Ah, falas, falas, mas depois vais sempre lá ter! – disseram-me uma vez em tom reprovador.

Digo sempre que gosto de todas as marcas, apenas umas mais do que outras. E é verdade. Mas se normalmente compro no sítio do costume é por tudo o que acabei de referir. E pelas oportunidades que me são apresentadas.
Dou-me bem no meio e sou bem-recebido aonde quer que vá, mas o conforto de ir à loja, às pessoas e à marca que tão bem conheço, não tem preço!

- Não gosto de rebanhos, todos de igual com a mesma marca! – também já me disseram.

 No que toca às bicicletas se há alguém que se demarca pela diferença, sou eu! Tanto ao nível das opções como da atitude. É verdade que não tenho uma bicicleta de cada marca, mas existe alguma variedade. E não tenho culpa que a casa à qual normalmente recorro, agregue algumas das minhas marcas preferidas. Aliás, mais uma vez, é-me cómodo e conveniente.
Digamos que a Specialized é a minha marca de referência, mas não ignoro as concorrentes, pelo contrário, saúdo a sua existência. Se existe espaço para todas num meio tão pequeno é uma avaliação que não me compete a mim fazer, apenas posso dizer que, como ciclista especialmente interessado e consumidor, acho muito positiva a existência de diversidade sustentável.
As minhas opções ciclísticas são as minhas opções ciclísticas. E as opiniões dos outros são as opiniões dos outros. Enquanto as primeiras dizem-me respeito diretamente, as segundas serviram para “ilustrar” este texto, o que já foi bastante…

Bicicletaria Azores

Qualquer evento ligado às bicicletas interessa-me. Quando se trata da abertura de uma nova loja de bicicletas dedico uma atenção especial. Mais ainda, quando se está a falar de pessoas jovens, dinâmicas e até audazes, que avançam, numa altura peculiar, com um projeto aparentemente realista e bem estruturado, em busca de realização pessoal e de um sonho…
Trabalhando em várias frentes, esta equipa prepara-se para enfrentar com entusiasmo um mercado pequeno e algo preconceituoso, mas também uma nova oportunidade advinda do recente fluxo turístico.
Estive presente na inauguração da loja. Fator diferenciador foi a conjugação de um agradável passeio BTT com a sua abertura, onde não faltaram uns sempre consensuais comes e bebes, para dar as boas vindas a quem fez questão de marcar presença.
Fomos recebidos num ambiente acolhedor, familiar e cooperativo, onde era notória a preocupação para que tudo corresse bem.
O espaço disponível apresenta-se bem dividido e aproveitado, destacando-se pela simplicidade, funcionalidade e bom gosto.
Sucesso é o que desejo à Bicicletaria Azores. E sorte! Sendo certo que esta equipa já arregaçou mangas e segue em busca dela. Parabéns!

Vendedores de bicicletas

A ideia que se tem de um vendedor é de alguém persistente, com grande capacidade de persuasão e elevado nível de esperteza. Alguém que é capaz de vender ou impingir o que quer que seja, mesmo que seja algo que não se queira.
Esta imagem estereotipada assentará perfeitamente em alguns vendedores, mas não a todos, felizmente.
O que entendo por um bom vendedor de bicicletas é alguém entusiasta e que gosta daquilo que vende. Mais, que demonstra jeito e paixão tanto pela profissão como pelas bicicletas. Alguém que anda de bicicleta. É também alguém que procura conhecer os seus clientes, futuros compradores de bicicletas, para perceber o que realmente querem e precisam, ou seja, que melhor bicicleta lhes serve, independentemente daquilo que acha melhor para si ou daquilo que lhe dá mais jeito vender.
Comprar uma bicicleta pode ou não ser uma coisa complicada, dependendo do nível de indefinição e conhecimento do comprador. É sempre uma compra pessoal que envolve razão mas também paixão.
Atualmente quando me dirijo a uma loja para comprar uma bicicleta, já sei o que quero e levo algum trabalho de casa feito. Já analisei especificações, já fiz comparações e registei opiniões de outros proprietários. Mesmo assim um bom vendedor de bicicletas poderá ter uma palavra a dizer. Já houve alturas em que precisei e tive indicações decisivas para fazer uma boa compra.
Um vendedor de bicicletas não tem necessariamente de aconselhar material topo de gama e dispendioso como sendo o melhor, quando para o comprador este não faz qualquer sentido. Não tem de centrar a conversa na possibilidade fácil de financiamento para a compra.
Um vendedor de bicicletas tem de ter sensibilidade para lidar com os mais variados tipos de clientes e tem de conhecer muito bem os produtos que vende.
A combinação de todas estas caraterísticas possibilitam que a conversa entre um comprador e um vendedor de bicicletas seja muito mais do que uma simples transação, que represente simplesmente uma compra, ou venda, dependendo da perspetiva. Esta conversa será com certeza esclarecedora e produtiva, mesmo que o objetivo final da mesma não aconteça. E irá refletir entendimento, paixão e entusiasmo, que são sempre fatores positivos e motivadores.
Assim não será de estranhar que o simples vendedor de bicicletas passe a ser o amigo das bicicletas…

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D