Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bike Azores

A visão de um ciclista açoriano sobre as bicicletas e o ciclismo.

Bike Azores

A visão de um ciclista açoriano sobre as bicicletas e o ciclismo.

Zabela & Besuga - Doutô Bcecléte - GPS

Zabela & Besuga: É uma espécie de rubrica do blogue, onde o Zabela (personagem fictícia que caricatura um homem simples da ilha de São Miguel, que se desloca para todo o lado com a sua bicicleta) escreve tal como fala, com um carregado sotaque micaelense, e a Besuga é exatamente a sua fiel e amada bicicleta, companheira crónica de inúmeras aventuras.
Doutô Bcecléte: Alter-ego do Zabela, um especialista (não credenciado) em bicicletas.

 

Olá petchenas e rapazins, tude bem?
Más uma dúveda que chegou a essas minhas mãzinhas hablidosas!
Vames lá entã.


Sr.Dr.Bcecléte,
Todes os mês amigues usim aparelhes GPS e tamam gostava de tê um. Acha que precise même disse?
Anacleto


Olá Anacleto,
E ê é que sê?
Pronte, gostava de ajudá, ma nã vá sê fácil.
- E porquié? - perguntas tu.
Porque ê nã use nada dessas mariquices eletrónecas!
Sem, desculpa, mas ache même que sã mariquices... eletrónecas!
Até podes sê daqueles que achim uma campainha (trim-trim) uma mariquice e munte pese pá bcecléte, e preferes andá distraíde a tocá im botazins!
É verdade que se nã tens isse nã vás metê as tuas voltas no faceboque e vã todes achá que nim sabes andá de bcecléte, ma tamam ninguém intnica contigue.
Vou sê diréte e sincere. Nã, nã precisas nada desses aparelhes, até porque sã cares, avareiam e atrofiem o tê sentide de orientaçã!
Bota sintide nessa palavra - atrofiem - porque tive o trabalhe de i o dicionáre pra tê a certeza do que queria dizê.
Se même assem, nã quisés sabê do que te digue, tivés ouros a más e quisés fazê mania pós tês amigues, compra lá isse, mas depous nã digas que nã avisê!
Nã ajudê nada, pous nã?
Orientaçã rapazim!


Bêjes e abraces.

Zabela & Besuga - Doutô Bcecléte - Louca de amores

Zabela & Besuga: É uma espécie de rubrica do blogue, onde o Zabela (personagem fictícia que caricatura um homem simples da ilha de São Miguel, que se desloca para todo o lado com a sua bicicleta) escreve tal como fala, com um carregado sotaque micaelense, e a Besuga é exatamente a sua fiel e amada bicicleta, companheira crónica de inúmeras aventuras.
Doutô Bcecléte: Alter-ego do Zabela, um especialista (não credenciado) em bicicletas.

 

Olá petchenas e rapazins, tude bem?
Está aberta a pourta do mê nôve consultóre.
Venhim im paz!


Olá Doutô Bcecléte.
Tou même apaixonada por aquela bcecléte. Além de sê linda, pelo preço façe ideia que seja munte boa pr'andá. Queria começá a investi a andá más de bcecléte e até à minha casa é sempre a subi… O que acha?
Dália


Olá sagrada,
O amor é linde, sabias?
Primêra, pa começá - Qual é a becléte? Tá bem qu'ê percêbe munte disse, mas ainda nã consigue advenhá que bcecléte é que os outres tã a pensá!
Mas pronte, s'é requinha ê própre sou hôme pa m'apaxoná assem à primêra vista!
Segunda - Boas p'andá sã todas até que t'abouiem pó mê do chã a primêra vez! Ême pronte, nã tem d'acontecê, mas pode! Agoura isse do preçe, às vezes, nã qué dizê nada.
Tercêra - Óia, investi em andá de bcecléte é semp um investimente bonzim. É más segure e rende más que arrumá os ouros dentre d'um colchã de foia de mie.
Quartema - Tens é de vê s'ela é même o que tu qués. É que há bceclétes:
- Boas pa passeá n'Avenida e fazê mania;
- D'andá qué fê e de caí tamam;
- Que nã andim nada;
- Que levim sacas de batata que é uma maravia;
E por aí a foura...
Tás percebende, sagrada? Pous, ê tamam nã! O qu'ê quis dizê, p'além de fazê uma confusã tesa de marreta, fou que deves d'escolhê uma bcecléte requinha que gostes e o même tempe seja boa pó que qués fazê.
Quintema e últema - Nã penses nas subidas senã vás começá já a transperá e nã vale a pena. Nunca se deve sofrê antes das cousas acontecê! - Frase pa inspirá, guarda pra ti se quisés!
Óia, corre já pá loje, dizes qu'ê é que disse pa is lá e que sou tê amigue, e assem recebês logue um tratamente especial de corrida, ou de pedales, nesse case.
Vás saí de lá a pedalá c'uma linda. Depous conta como fou, tá bem sagrada?
Nã tens d'agradeçê!


Bêjes e abraces.

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D