Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bike Azores

A visão de um ciclista açoriano sobre as bicicletas e o ciclismo.

Bike Azores

A visão de um ciclista açoriano sobre as bicicletas e o ciclismo.

Teste Suzuki DL650 V-Strom

Luvas para cá, capacete para lá, blusão para acolá, dou por mim montado na impecável V-Strom azul.
Tenho que dizer que ao contrário da 1000, que me passou um pouco ao lado, a 650 sempre me despertou alguma curiosidade, desde o seu lançamento.
Mais do que os excelentes resultados e positivas criticas que recebeu em comparativos, testes e contactos, sempre me impressionou o elevado grau de satisfação dos seus possuidores.
Esta mota tem uma particularidade engraçada, bom, pode não ser engraçada juntando as facturas dos acessórios quase que obrigatórios, muitos já montados, quando ela ainda nem saiu do stand. É top case, crash bars, protecções de mãos, etc. É engraçado, acho que nunca vi uma Strom sem top case!
Em cima da DL ficamos envolvidos pela envergadura do depósito e das carenagens dianteiras, mesmo assentando os dois pés no chão sem problemas, é aqui que acusamos mais as suas dimensões e peso.
Em andamento, a sensação desaparece por completo, embora seja preciso contar com o elevado centro de gravidade em manobras a baixa velocidade. Fiquei impressionado com o comportamento geral e com as prestações do motor. A posição de condução é tipicamente Trail, apenas notei que os braços vão um pouco esticados, o conforto é muito bom, tal como a protecção aerodinâmica, apenas senti um pouco de turbulência no capacete, mesmo com o ecrã na posição mais alta.
Gostei muito da sensação de segurança e de controlo total que senti aos seus comandos, possível pela posição de condução e pelo desenho da sua frente.
O motor é excelente! Muito elástico, apesar de uma sonoridade esquisita, para quem não está muito habituado a conduzir bicilíndricos. Tem umas boas baixas e permite uma condução suave e descontraída, mas quando solicitado, sobe de rotação com rapidez e das 7.000 rpm para cima revela-se muito pujante. Muito agradável, mesmo!
Para uma mota com um preço muito bom, apresenta alguns “luxos”, como o motor refrigerado a liquido e de injecção electrónica de combustível, quadro e braço oscilante em alumínio, painel de instrumentos moderno e completo, entre outros.
A travagem é igualmente muito boa e contribui definitivamente para a tal sensação de segurança que falei mais acima.
O que me pareceu mais débil foi a suspensão dianteira, respondendo de forma seca a certos obstáculos, como uma lomba.
Se calhar estou confuso, mas acho que esta V-Strom curva melhor do que outras motas muito mais vocacionadas para tal! Soberba! Olhem que nunca imaginei, numa mota de tão grande envergadura e longa distância entre eixos!
A mota tem um acerto formidável e é muito equilibrada. Agora compreendo a grande satisfação de quem tem uma, as criticas positivas, tudo!
De facto, ao preço a que é vendida e pelas suas qualidades, mesmo sacrificando um pouco alguns pontos como a estética, carisma e a especificidade, diria que é quase uma daquelas propostas irrecusáveis, para quem quer uma “faz tudo” muito competente.
Já agora, mesmo acreditando no maior equilíbrio, que me foi transmitido, da 650, fiquei curioso para experimentar a 1000…
Nisso das motas, o estatuto é muito importante… cof… cof…
Ah e tal, a 650… pois bela mota, sim… não, mas a minha é uma 1000… é outra coisa!

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D