Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bike Azores

A visão de um ciclista açoriano sobre as bicicletas e o ciclismo.

27.09.14

Cabeça, corpo e alma


Rui Pereira

Como já ficou bem patente em inúmeros textos sou a favor de um desenvolvimento completo e integral do ser humano. O desenvolvimento deverá ser equilibrado e incidir sobre a componente mental, a física e a espiritual. Sim, nós não somos só cabeça, também temos um corpo e uma alma!
Deixemos as componentes menos palpáveis de lado por agora e foquemos a atenção no corpo, ou não fosse ele a nossa primeira casa, a nossa primeira imagem, o nosso primeiro reflexo. Com a falência desta componente humana, por voluntária falta de cuidados, é quase certo que estamos a comprometer igualmente as restantes.
O que é preciso fazer, já quase todos sabem, até porque não é nada demasiado complicado. Aliás, um dos segredos passa por manter as coisas simples e não inventar nem complicar. Basicamente é necessário equilibrar três dimensões: exercício físico, alimentação e descanso. Cada um o fará à sua maneira, com as mais diversas estratégias, ajudas e apoios, e no tempo que achar mais conveniente. O importante é dar o primeiro passo e manter alguma continuidade, o resto virá de forma gradual. Ação gera ação. Eu acredito mesmo nisso!
Quanto à importância de uma boa condição física, aqui fica um exemplo:
Tenho um amigo que compete numa modalidade desportiva a um nível elevado. Estamos a falar de uma modalidade em que os praticantes não são exatamente atletas e onde se destaca predominantemente a aptidão. Para além disso os resultados estão dependentes de muitos fatores.
Ele é uma pessoa focada e dedicada. Aposta numa preparação cuidada a todos os níveis e rodeia-se de pessoas competentes que o apoiam. A componente física nunca é esquecida e ele dedica-lhe atenção com treinos específicos e eficazes. Então em conversa falou-me de um determinado período da sua vida em que sentia estar na sua melhor forma física de sempre e como isso refletiu-se na sua força mental e nos seus resultados desportivos. Assegurou-me que a sua confiança e autoestima eram inabaláveis. A consciência que tinha das suas capacidades estava agora ampliada, tal como a sua segurança. Sentia-se capaz de tudo, as coisas fluíam, e claro, os resultados apareciam naturalmente.
Numa dimensão muito diferente é exatamente o mesmo que sinto.