Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Bike Azores

A visão de um ciclista açoriano sobre as bicicletas e o ciclismo.

04.09.19

A exceção…

Confirma a regra!


Rui Pereira

Custa-me sempre digerir cada risco, ponto de ferrugem ou qualquer outro tipo de estrago que as minhas bicicletas ganham. Aos poucos tenho aprendido a lidar melhor com isso.
As bicicletas são feitas para andar, para nos servir, seja em que ambiente for. De outra forma não farão tanto sentido. Esta realidade, mesmo empenhando uma atitude cautelar e necessária manutenção à posteriori, implica ganhar marcas de uso, do tempo e dos elementos, e de eventuais azares.
Custa! Embora haja quem defenda que estas marcas lhes dão personalidade e compõem a sua história. Eu, apenas as digiro em esforço…
Numa das minhas bicicletas tive de empregar a exceção que confirma a regra. Perante circunstâncias tão pesadas, e paradoxalmente, o que lhe dou em troca da sua servidão diária é muito pouco - ar nos pneus e alguma oleosidade na transmissão - em prol do meu bem-estar psicológico.

2 comentários

Comentar post