Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Bike Azores

A visão de um ciclista açoriano sobre as bicicletas e o ciclismo.

04.07.19

O seu “motor” somos nós!


Rui Pereira

vespa.jpg


Gostava muito de motas. Gosto de motas, mas…
Tive de definir prioridades. As motas deixaram de o ser. Deixaram de fazer sentido como meio de transporte devido ao crescimento da família e no lazer foram substituídas pelas bicicletas.
As bicicletas esvaziaram-lhes de sentido. São igualmente apaixonantes e incríveis fontes de prazer, com tudo a acontecer a menos velocidade e com menores custos e constrangimentos.
Há silêncio, liberdade, bem-estar, simplicidade, gasto de calorias. Não há emissões poluentes.
Há o casamento perfeito entre divertimento e atividade física.
A cereja no topo do bolo das bicicletas está na sua essência…
O seu funcionamento é soberbo!
O seu “motor” somos nós!

4 comentários

Comentar post