Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bike Azores

A experimentar o verdadeiro sentido da palavra liberdade!

21.06.10

Passeio às Furnas com os Rodas ao Domingo


Rui Pereira

Mais um domingo, mais um passeio de bicicleta, desta feita, com uma mais cuidada organização, acompanhamento fotográfico e televisivo (Tudo Sobre Rodas) e com um maior número de participantes, entre membros e amigos, num passeio que já é uma tradição anual do Rodas.
O programa era simples: Saída de Ponta Delgada por volta das 09H00 em direcção às Furnas pelo lado norte da Ilha, com paragem para reagrupamento no Miradouro de Santa Iria. Chegados às Furnas o grupo rumaria ao Parque Terra Nostra, para um reparador banho quente de água férrea, ao que se seguia o almoço de cozido nas caldeiras, no restaurante Tony’s.
O programa foi cumprido, houve grande convívio e correu tudo muito bem, havendo ainda lugar ao sorteio de uns brindes no final do almoço, cortesia das empresas Carreiro & Comp. Lda e Contil – Toshiba. Mais uma vez, a Angela Furtado mostrou a sua dedicação na realização dos eventos, num passeio que marcou a estreia do equipamento oficial do grupo, muito bem conseguido, diga-se de passagem.
Em relação à minha estreia neste trajecto, rolei bastante tempo sozinho, situação que já se tinha verificado na Lagoa do Fogo. Não é culpa de ninguém, é apenas uma questão pessoal. Se não tenho bicicleta, nem ritmo, nem vontade (?!) para acompanhar o grupo da frente, também ando demasiado abaixo daquilo que consigo se for com os elementos mais atrasados. Mesmo assim, acabei por rolar alguns km e chegar às Furnas juntamente com o Miguel Oliveira.
Levamos cerca de 2H30, com algumas variações de ritmo, mas onde imperou o ritmo característico de um passeio, sendo que o ciclómetro roçou os 70 km/h na descida das Pedras do Galego. No meu caso, que faço sempre o “aquecimento” entre R. Peixe e PDL, totalizei 57 “bem-dispostos” km.
O regresso fez-se de carro com a bicicleta no suporte, até porque imaginar-me montado na bicicleta a subir as Pedras do Galego com 57 km nas pernas, um banho na piscina do Terra Nostra e com o estômago atestado de queijo, pão, cozido, ananás e uma Kima, não é dos cenários mais bonitos!