Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Bike Azores

A experimentar o verdadeiro sentido da palavra liberdade!

23.06.20

SurfSkate!


Rui Pereira

surfskate.jpg

Uma tábua larga, arredondada e colorida. Por cima, dois pedaços de lixa, por baixo, aplicações plásticas e pinturas garridas. Rodas verdes. Assim era o último (e único) skate que tive. Das memórias também constam joelhos esfolados e nódoas negras nas canelas…
Por influência da nova geração e muitos anos depois e seguro que muito dificilmente voltaria a subir para cima de um skate, experimentei um waveboard. Não é bem um skate, mas é parecido. Aprendi, caí, lambi as feridas no corpo e no ego, e insisti.
A possibilidade de sentir em terra, mesmo que ao de leve, as sensações de surfar uma prancha nas ondas, cativou-me...
Tenho um skate, um surfskate!

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.