Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bike Azores

A visão de um ciclista açoriano sobre as bicicletas e o ciclismo.

09.09.20

Atenção peões e ciclistas

E pessoas que leem blogues


Rui Pereira

Eu ia dizer “pessoas que leem o meu blogue” mas achei pretensioso…
Pretensiosa foi também a referência aos “peões e ciclistas”, para fazer ligação entre imagem e texto, e ser engraçado…

globe_roll1_atencao.jpg


Constatei que a minha ligação a este blogue é uma coisa muito forte!
Preguiçoso, desmotivado e sem saber o que escrever, por uma razão qualquer abro o blogue e sinto-me culpado e parvo por não lhe dar a devida atenção. Estúpido, ao ponto de saber o bem que me faz escrever e publicar sobre aquilo que mais gosto, e não o fazer!
Em parte, a culpa também é da Gaffe. Esta caríssima amiga que lhe deu uma imagem que nunca mais acaba! Que me obriga a manter-lhe vivo, mesmo quando a minha vontade era virar-lhe as costas. A identificação gerou um compromisso. Obrigado!
O orgulho, modéstia à parte, de reler alguns dos meus textos e continuar a acreditar plenamente nas razões que tiveram na base da sua conceção.
A felicidade por ter pessoas que continuam a deixar uma palavra, uma reação, mesmo quando as publicações que surgem primam pela falta de regularidade.
Este blogue é um bocado de mim. É o que queria ser e fazer…
Este blogue sou eu!

05.03.20

Instagram, blogue e destaque!


Rui Pereira

A minha relação com as tecnologias era essencialmente conservadora e resistente. Cedi e acedi a um novo paradigma de comunicação/mobilidade. Uma das consequências surgidas foi a abertura de uma conta de Instagram. Esta novidade não será alheia a algum afastamento que tem caraterizado a minha relação com o blogue nos últimos dias. Não posso negar que esta plataforma de partilha de imagens é extremamente apelativa. No entanto, a ideia é que seja complementar e não substituta do blogue, até porque nem todas as imagens valem por 1000 palavras!
Contrariando esta tendência de afastamento, ontem publiquei um texto onde revelei a minha visão de estilo de vida ativo. Foi um texto diferente no processo, já que teve duas alterações consideráveis na sua estrutura, que se arrastaram por alguns dias, até atingir a sua versão final. Foi destacado pela equipa do SAPO Blogs!

28.01.20

Com vida!


Rui Pereira

Quando estou mais afastado daqui, penso que não haveria problema em deixar o blogue deserto de novidades um par de semanas ou por tempo indeterminado. Quando estou ainda mais afastado das tecnologias, da internet e das coisas virtuais.
Depois, abro o motor de busca e digito o nome do meu blogue, como se não fosse meu e, modéstia à parte, gosto do que vejo. Fico satisfeito por ter atingido o formato e o conteúdo que sempre quis. Por ter uma imagem e uma abordagem muito própria, de acordo com aquilo que acho realmente relevante, neste mundo dos pedais e não só. É o meu blogue!
Tenho a noção que não tem a fórmula mais apelativa. Um dia abri um blogue dedicado à música e escrevi meia dúzia de textos, destacando músicos e respetivos trabalhos com que me identificava. Com poucas semanas de existência, recebi contacto de uma banda para divulgação e uma proposta de parceria de uma empresa. Com este só aconteceu recentemente e já conta com vários anos. Seja como for, não é, nem nunca foi um objetivo. Fechei o tal blogue...
Para isso teria de falar e mostrar bicicletas topo de gama, marcas, componentes nobres absurdamente leves e caros, tecnologia e eletrónica, equipamentos ultrassofisticados e supostamente imprescindíveis, números e feitos, atletas e competição. Basicamente, sobre o que todo o mundo fala. Mas assim, já não seria o que gosto que seja, não seria sobre aquilo que realmente quero. Não seria o meu blogue. Não seria eu...
À falta de conteúdo, essencialmente próprio, que me faça sentido e seja relevante, prefiro que fique deserto. Sendo que o ideal passa por ir atrás de ideias, por estar atento e, de forma minimamente natural, encontrar um motivo num qualquer pormenor. A diferença pode estar numa imagem, numa situação, numa conversa.
Gosto de o ver com vida, resumindo e concluindo. Com uma pedalada única e um som identificativo. Até porque a vida deste blogue acaba por ser um reflexo da minha própria vida. Com os seus altos e baixos!

21.11.19

"Finalistas 2019 - Bike Azores"

Sapos do Ano


Rui Pereira

Como finalista na categoria Desporto, dos Sapos de Ano 2019, disse umas coisas no Sapos do Ano.

sapo_ano_finalista19.jpg

"A bicicleta é o meio de locomoção mais eficiente de sempre; é um excelente veículo para fomentar a prática da atividade física em lazer, e o desporto; é amiga do ambiente. Vê-la apenas por uma destas suas facetas é, na minha opinião, redutor. Para mim é utilidade, função, paixão, comodidade, ambiente, saúde e terapia. É um estilo de vida! O meu blogue acaba por ser uma extensão disso mesmo. Algo que considero tão positivo que tenho de registar e partilhar, melhor ainda quando o faço através da escrita, da fotografia e da música, outras paixões pessoais. Nem todos têm de andar de bicicleta, é certo, mas também não há necessidade de rejeitar logo à partida uma realidade só porque é desconhecida. O meu objetivo nunca foi, nem nunca será, influenciar alguém, mas sim dar a conhecer uma postura e todo um modo de vida, associados a uma realidade que, para mim, é tão significativa!"