Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bike Azores

A visão de um ciclista açoriano sobre as bicicletas e o ciclismo.

20.09.19

Andando e pedalando por aí…


Rui Pereira

Ando e pedalo por aí. Por estas estradas, por estas avenidas. Cruzo-me com pessoas. Pessoas que me seguem, acarinham, divertem, motivam. Cada uma à sua maneira.
Algumas surpreendem-me e fazem-me sorrir envergonhadamente. Eu, que sempre fui introvertido e contido nas manifestações de afetos e sentimentos.

Expresso-me muito melhor através da escrita. Quero acreditar que é aqui que surge o meu verdadeiro eu, quem realmente sou. A falar engasgo-me, como as palavras. A vergonha estorva-me o pensamento e concluo sempre que não fui assertivo, que tanto ficou por dizer.
Primo por uma postura calma, correta e sensata. Como cinzento que adora rir, às vezes também quero ter graça. Já ser irreverente não é uma aspiração e sou alérgico ao chico-espertismo.

Gosto que me reconheçam isso, claro!

Cheguei com aquela atitude de escrever para mim, mas agora acontece esperar por algum tipo de retorno, indevidamente. Nada posso cobrar, quando nada me devem!

Ainda no outro dia, o meu filho falava à tia do seu e do meu blogue, concluindo resignado:
“As pessoas que seguem o meu blogue são as que seguem o do meu pai. Quem segue o blogue do meu pai são só mulheres!”
Não seria expetável. Um blogue de um homem lá das ilhas que passa a vida a falar de bicicletas. Mas é a realidade!

A mim só me interessa o facto de serem pessoas, boas pessoas, que me tratam com deferência e simpatia. Pessoas que ainda me surpreendem quando mostram verdadeiro interesse naquilo que escrevo. Pessoas que não se coíbem de me elogiar.

São estas pessoas que fazem do meu percurso nesta plataforma blogosférica um prazeroso passeio de bicicleta. E elas sabem bem a importância que isso tem para mim.

Bem hajam!