Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bike Azores

A experimentar o verdadeiro sentido da palavra liberdade!

10.11.22

Bike Azores e o SAPO

Blogue


Rui Pereira

bikeazores_edit.jpg
Azores Atlantic Surfers / Raiders (Imagem editada)


O histórico deste blogue indica uma existência de 16 anos: 2006-2022.
Na verdade, as publicações mais antigas, que não consigo quantificar ao certo, foram importadas de outros blogues que tive.
Os números podem induzir em erro, mas o certo é que já me dedicava à escrita muito antes disso. Aliás, perdi variado conteúdo naquelas decisões intempestivas de apagar um blogue de um dia para o outro.
Já não me lembro o porquê da opção, mas o facto é que vim parar ao SAPO. Comecei timidamente e sem saber bem que posição assumir, mas o resultado final foi a criação do Bike Azores, já lá vão alguns anos.
Este é o meu blogue mais duradouro até agora, talvez porque representa efetivamente aquilo que quero e gosto. O mais consensual e alinhado com a minha atitude, prioridades e preferências. Não que os anteriores não o fizessem de certa forma, mas apanharam o auge das minhas fases de indefinição e transformação.
Não parei no tempo, mas, relativamente às temáticas que abordo, para além do seu reforço, não tem havido mudanças substanciais de há alguns anos a esta parte.
O blogue é com certeza um reflexo disso mesmo. A minha casa virtual recheada de publicações tão distintas, mas ao mesmo tempo tão iguais.
O SAPO é a minha casa mais ampla, uma plataforma que me recebeu bem e me tem acarinhado sempre. De um toque na justificação dos textos aos destaques, de um convite para participar numa rubrica sazonal à partilha de uma aventura noutro produto do universo SAPO. De uma reação a um comentário do Pedro Neves.

13.11.20

“Blogs com gente dentro.”

"Gente que gosta de bicicletas"


Rui Pereira

blogs_gente_dentro.jpg
Sinto-me bem aqui. Sinto-me apoiado, acarinhado.
Sinto-me pertença desta vasta comunidade que se sente como família.

Mais uma simpatia do Sapo que não podia deixar de realçar e agradecer. À equipa e a quem dá a cara por ela – Pedro Neves. E a todos que, de uma forma ou de outra, estão presentes nesta plataforma.

Obrigado!

18.12.19

Destaques

Em destaque!


Rui Pereira

Confesso que é muito agradável verificar as reações e ler “destaques fez um link para o seu blog em…”
Felizmente, tem acontecido algumas vezes. Hoje voltou a acontecer.
É importante. É um reconhecimento. É aquela sensação boa de saber que há mais alguém que lê o que é escrito e achou por bem atribuir destaque
Hoje, achei estar mais uma vez em falta!
Recebo os destaques com contentamento, mas julgo só ter dado nota disso uma vez...
Aqui fica o meu sincero agradecimento!

20.09.19

Andando e pedalando por aí…


Rui Pereira

Ando e pedalo por aí. Por estas estradas, por estas avenidas. Cruzo-me com pessoas. Pessoas que me seguem, acarinham, divertem, motivam. Cada uma à sua maneira.
Algumas surpreendem-me e fazem-me sorrir envergonhadamente. Eu, que sempre fui introvertido e contido nas manifestações de afetos e sentimentos.

Expresso-me muito melhor através da escrita. Quero acreditar que é aqui que surge o meu verdadeiro eu, quem realmente sou. A falar engasgo-me, como as palavras. A vergonha estorva-me o pensamento e concluo sempre que não fui assertivo, que tanto ficou por dizer.
Primo por uma postura calma, correta e sensata. Como cinzento que adora rir, às vezes também quero ter graça. Já ser irreverente não é uma aspiração e sou alérgico ao chico-espertismo.

Gosto que me reconheçam isso, claro!

Cheguei com aquela atitude de escrever para mim, mas agora acontece esperar por algum tipo de retorno, indevidamente. Nada posso cobrar, quando nada me devem!

Ainda no outro dia, o meu filho falava à tia do seu e do meu blogue, concluindo resignado:
“As pessoas que seguem o meu blogue são as que seguem o do meu pai. Quem segue o blogue do meu pai são só mulheres!”
Não seria expetável. Um blogue de um homem lá das ilhas que passa a vida a falar de bicicletas. Mas é a realidade!

A mim só me interessa o facto de serem pessoas, boas pessoas, que me tratam com deferência e simpatia. Pessoas que ainda me surpreendem quando mostram verdadeiro interesse naquilo que escrevo. Pessoas que não se coíbem de me elogiar.

São estas pessoas que fazem do meu percurso nesta plataforma blogosférica um prazeroso passeio de bicicleta. E elas sabem bem a importância que isso tem para mim.

Bem hajam!

17.09.19

Destaques – Bom, mau e assim-assim!


Rui Pereira

A equipa do SAPO Blogs destacou-me mais um texto – Do comodismo ao "luxo"!
É sempre bom receber algum reconhecimento. É sinal de alguma relevância. É motivador. E dá-nos aquele conforto de pertencer a uma comunidade onde, mais ou menos presente, há sempre alguém a olhar por nós. Obrigado!

destaque_sapo.jpg
O meu joelho esquerdo tem andado a fazer “birras”. Já devia estar habituado, mas acho que se há coisa a que nunca me vou habituar é a isto. Tento disfarçar, mas vem-me sempre ao pensamento a tenebrosa ideia de que um dia não poderei andar de bicicleta… Sim, é estúpido!

Com uma amiga…
- Sabes andar de bicicleta?
- Sei.
- Com ou sem rodas?
- …
Fez-me um gesto pouco simpático!
(Rimos)