Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bike Azores

A experimentar o verdadeiro sentido da palavra liberdade!

12.01.14

Suplementos alimentares!


Rui Pereira

Os suplementos ainda são vistos com algum preconceito, principalmente por quem não conhece minimamente este mundo. Quando se vê alguém tomar algum tipo de suplemento a tendência é relacionar as suas conquistas físicas a este facto. É algo redutor. Menosprezando a capacidade e a vontade dos outros apazigua-se o nosso íntimo… «ah logo vi, ele consegue fazer aquilo porque toma isso…». Como se os suplementos fizessem milagres!
Não fazem milagres, mas ajudam. Ajudam essencialmente quando a intensidade e a regularidade dos treinos aumenta. Para compensar as nossas falhas alimentares, a aproveitar melhor o nosso treino físico e a acelerar a recuperação do nosso corpo. Conseguem por exemplo, fornecer macronutrientes essenciais, como é o caso da proteína, de uma forma rápida, prática e saborosa. Tal como ajudam no ganho de massa muscular, aumento de força, na queima de calorias, etc.
Um conhecido ‘bodybuilder’ nacional diz que os suplementos são a cereja no topo do bolo. Acho o mesmo. Mas para colocar a cereja é preciso ter o bolo. E o bolo é a clássica combinação: alimentação, treino e descanso. Basicamente, os suplementos têm de ser merecidos!
Suplementos como multivitaminas e sais minerais são banais e tomam-se de uma forma natural desde a infância. Quando se entra nos suplementos ligados ao rendimento físico e desportivo, com o crescimento muscular à cabeça, a coisa muda de figura. Mas esta realidade tem vindo a mudar. Desde logo esta é uma enorme e competitiva industria que vale milhões. Com o crescente interesse e preocupação ao nível físico, os suplementos têm tido muita procura. O consumo de suplementos democratizou-se, tanto são consumidos pelo mais medalhado atleta profissional, que até é patrocinado por uma marca, como pelo novato que se inscreveu há um mês no ginásio. Também aqui não há lugar a diferenças de género, e para além dos produtos gerais existem marcas que têm linhas específicas para praticantes femininas, que por sinal estão também muito atentas a esta temática.
Podem não ser imprescindíveis, mas acho que merecem alguma atenção, até porque no caso, está em causa o nosso corpo e a nossa boa forma.