Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Bike Azores

A visão de um ciclista açoriano sobre as bicicletas e o ciclismo.

20.12.16

Um fim de semana, dois passeios de bicicleta


Rui Pereira

Já passei por várias fases. Umas em que ia a todos os eventos ligados às bicicletas, outras em que simplesmente evitava estes ajuntamentos.
Ultimamente, tenho participado em várias iniciativas, já que estou numa fase em que, tendo possibilidade e não tendo nada mais importante para fazer, vou para não me arrepender depois.
A quadra natalícia sugere alguma comemoração e convívio. Para manter a tradição, na sexta-feira a Decathlon apresentava um passeio noturno pelas ruas de Ponta Delgada e arredores, e no domingo a CC Specialized propunha uma ida matinal às Furnas.
O passeio de sexta-feira, simples e acessível na sua base, acabou por ser bastante significativo, já que pela primeira vez estivemos (a família) todos presentes. Apenas uma atenção especial com o meu filho, pois era a sua estreia em passeios do género. Para além de lhe alertar para alguns cuidados a ter quando se anda em grupo e de lhe dar uma mãozinha nas subidas, também tive de lhe refrear o ânimo nas descidas. Mas correu tudo bem e foi do agrado de todos. É o que interessa.
No domingo, a coisa já não era tão pacifica. A família não poderia integrar o grupo e eu próprio estava com dúvidas se o deveria fazer. Digamos que ainda ando a testar limites depois de estar limitado. Fui e não me arrependi, até pelo contrário, e nem mesmo o tempo meio ranhoso arrefeceu a minha vontade. Senti-me sempre bem, se é que é possível alguém sentir-se bem a subir para a Mata Dr. Fraga ou até mesmo a subir as Pedras do Galego, que tanto gozo me dá descer. Sim, ao contrário do grosso do grupo regressei pelo lado Norte, curiosamente, a primeira vez que o faço. O regresso foi aligeirado pela companhia de um parceiro que não sei o nome?!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.